Sigma soluções esteve presente no debate promovido no SINCODIV-SP sobre a reforma trabalhista

set 13, 2017
Sigmaadmin
Fonte: Site Sincodiv

Fonte: Site Sincodiv

A Sigma Soluções participou do debate que ocorreu no dia 23 de agosto, na sede do Sincodiv-SP. Octavio Leite Vallejo, superintendente do Sindicato, comandou o evento com participação dos diretores Cleide Simões Videira Cossi e Nelson Ortega.

O encontro teve como finalidade expor e discutir a evolução das regras que estabelecem as relações de trabalho no país além de tendências e consequências da modernização das leis.

Octavio Vallejo deixou registrado no site do Sincodiv a importância da Reunião:
“Com a expectativa da evolução da Reforma, muitas mudanças devem vir e os distribuidores precisam estar preparados para se posicionar corretamente. Portanto, o Sincodiv-SP, por meio de seu assessor jurídico, Ricardo Schmid, fornecerá o maior arcabouço possível de esclarecimentos para que a condução das alterações seja bem feita e o que devemos esperar do cenário futuro”

O evento contou com a participação de gestores de RH, Diretores e com a apresentação de Ricardo Dagre Schmid, assessor jurídico-trabalhista do Sincodiv-SP. De acordo com ele, a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) foi lançada num ponto da história do Brasil, num regime quase ditatorial em que os sindicatos foram promovidos a um quase “poder paralelo”, o que “em boa parte explica o fato de termos 17 mil organizações sindicais, sendo algo em torno de 11 mil para defesa dos interesses dos trabalhadores e seis mil para os empregadores”.

Schmid avalia que a Lei 13.467/2017 veio justamente para desbancar esse alicerce. Entretanto, ao mesmo tempo em que delega mais poder para os sindicatos negociarem em nome de suas categorias, cria mecanismos que poderão acabar também com as boas instituições sindicais pela possível falta de financiamento de suas atividades.

“O novo ordenamento jurídico visa que todos, empregados e empregadores, tenham pleno conhecimento de seus direitos e deveres e sejam capazes de estabelecer seus próprios termos, respeitando, claro, as conquistas fundamentais para a dignidade dos homens no exercício do trabalho”.

Segundo ele, esses entendimentos diferentes do TST (Tribunal Superior do Trabalho) afetam diretamente a segurança jurídica para as empresas. E, agora, com a clareza e estabilidade das regras, o resultado imediato será a geração de empregos.

 

 

Fontes:
http://www.sincodiv.org.br/Sincodiv/portal/news_nova_2.php?txtCODIGOCONTEUDO=4350
http://www.sincodiv.org.br/site/noticia-sincodiv-sp-debate-sobre-reforma-trabalhista-lota-auditorio-em-evento-promovido-pelo-sincodiv-sp-em-23-de-agosto-4350

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *